Vale dos Colibris

Ao pé da Serra do mar, num sítio de 35 alqueires, mantenho reprodução em cativeiro de aves raras brasileiras, da família dos psitacídeos (araras, papagaios, jandaias, etc) cuja existência esta fadada ao desaparecimento de nossas florestas. Isto poderá ser impedido se mais pessoais como eu, se propuseram a salvá-las da extinção, através da reprodução em cativeiro. Com esta forma de reprodução podemos aumentar o numero destas aves em cativeiro. Assim, quando tivermos regiões seguras e preservadas poderem até readaptá-las ao seu habitat ou transferi-las para outros criadores, para que sua existência seja perpetuada. Esta reprodução em cativeiro se torna da maior importância, pois nossas florestas estão sendo aniquiladas, acabando-se assim com o alimento destas aves e exterminando-se as arvores onde nidificam. A seguir, cito como exemplo algumas espécies e respectivas regiões.

1. Rio Grande do Sul: Papagaio Petrei, Papagaios Vinácea, etc. O comercio ilegal de madeira exterminará com a Araucária (pinhão), seu principal alimento.
2. São Paulo: Papagaio Brasileiro. Região do Vale do Ribeira. Ambiente natural totalmente destruído pelos fazendeiros de gado e plantações de bananas. A ave não tem onde se alimentar ou procriar pois sua região se transforma em pasto ou plantação.
3. Mato Grosso e Goiás: Arara Uma. Região do pantanal. Ave ameaçada de extinção pelos fazendeiros de gado. Sua única alimentação, o coco, não existem mais, pois a palmeira licuri é derrubada e as poucas que restam e podem gerar mudas, têm seus brotos comidos pelo gado.                      
                                  

Luiz Gattaz Maluf
Atividades como criador de Aves em cativeiro década de 1970 à 1996
                
          
              Consegue reprodução de papagaio (Psitacidius ) em cativeiro
           
              Consegue reprodução da Arara Azul e Amarela ( ara arauna)      
               
              Primeira reprodução mundial do papagaio Amazon (ochrocephala tholaema)

             

Leia na integra as informações clicando aqui